top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlvor FM

Tiago Bandeira edita single de avanço do disco de estreia


Tiago Bandeira revelou "cinzas", o single de avanço do seu disco de estreia. Esta é a primeira faixa a ser conhecida do trabalho de originais com que se inicia nas edições e já pode ser escutada em todas as plataformas de streaming, fazendo-se acompanhar de um videoclipe no YouTube oficial do artista.

"cinzas" nasceu durante um writing camp com Twins, Rita Onofre, iolanda, Joao Borsh, Martim Seabra e Velhote do Carmo, e é assumidamente uma "música de superação". Tiago Bandeira explica sobre esta primeira faixa do disco que "sempre vi o estúdio como uma forma de 'terapia' e nestas sessões não foi diferente". Em conjunto com este talentoso grupo, o artista conseguiu dar forma a um tema pessoal, que apesar de íntimo, é tão comum. "Uma relação passada que para mim tinha a forma de 'casa' e que no final apenas sobraram 'cinzas'". Uma letra profunda, sentida e honesta, que no fundo reflete que "a nossas base, força, confiança e felicidade, tem de estar em nós e não pode viver apenas de uma pessoa ou relação. Há pouco tempo li um texto que dizia 'quando fazes da outra pessoa a tua casa também lhe dás o poder de te deixar sem 'abrigo'. 'cinzas' fala sobre isso mesmo", explica o artista.

Já no vídeo, realizado por Manuel Casanova, Tiago Bandeira procurou retratar as duas diferentes fases que passou e que acredita com as quais certamente muita gente se identificará. A primeira fase, das dúvidas, do medo, surge sob a forma de casa, já a fase da tomada de consciência, a liberdade, é representada pela praia. Estes são os dois ambientes onde o artista mostra toda a sua dor, ao mesmo tempo que enaltece a sua força.

O álbum de estreia está a ser preparado com todo o cuidado, mas já se pode adiantar que fala sobre as mazelas do fim de uma relação. Dos altos e dos muito baixos. É assumidamente autobiográfico e despudoradamente pop. Uma montanha russa emocional, retalhada por baladas à guitarra, marcas indie-folk, e requintes de eletrónica, nunca deixando para trás a maternidade gospel.

Inegável é o facto de a música estar presente no ADN de Tiago Bandeira, no entanto, certo é que já encontrou o seu lugar. Após um período de construção necessário para se afirmar definitivamente como artista musical, há um disco para vencer medos, o próprio e o da comparação familiar. "Se o público não te acarinhar, não é viável. Sempre quis ser autónomo", reforça.


Sony Music

Commentaires


bottom of page