top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlvor FM

PROFJAM :: ''NR6'' - Canções de amor só morrem para quem nele não acredita




O número 6 não lhe é nada estranho, ainda que o 5 tenha agora uma carga simbólica mais presente. Mas depois de editar o seu quinto trabalho em nome próprio, no quinto dia do quinto mês do ano transacto, ProfJam prepara-se para revelar o sexto. "NR6" é mais um avanço rumo a L.S.D. (Love Songs Die) — e talvez o que, de forma mais crua, desvela o estado de espírito do autor de MDID para este seu novo trabalho a solo.


É nos contrastes que Mário Cotrim se evidencia, e "NR6" segue essa regra como premissa. Num tema que não dispensa o seu complemento visual — realizado por Gonçalo XZ, seu parceiro habitual nesta matéria —, ProfJam deambula por uma Lisboa presa ao passado que, no presente, já não se reconhece a si própria. Das montras em desuso às letras néon fora de época, persiste a resistência à mudança quando ela não se dá necessariamente para melhor.


Essa ideia subjacente nas entrelinhas dá força à mensagem explícita de "NR6": é certo que, segundo o próprio mote do autor para o seu próximo disco, as canções de amor correm perigo de vida, mas esse sentimento, por natureza, não morre enquanto houver quem o materialize. Nesse sentido, "NR6" mostra-nos, numa primeira linha, a história de amor dos avós de Mário Cotrim como enquadramento para a ideia de que histórias dessas já não se repetem. Mas por muito descrente que nos soe, prevalece nas linhas do rapper uma profunda crença no romantismo que aqui lamenta ter-se perdido.


À imagem do tema em causa, casamento perfeito, neste caso, a três, entre a delicada cama instrumental de IanoBeatz, a visão melancólica de XZ e a palavra imaculada de ProfJam, que nos mostra mais uma tonalidade do amplo espectro desde já exposto de L.S.D. (Love Songs Die), designadamente entre "HEI", "Alguém Como Tu" (com a participação de Agir) e "RGTN".


Encerrado mais um capítulo na ainda contemporânea história de Música De Intervenção Divina, com precisamente história a ser feita por duas vezes, dias 16 e 17 do mês passado, na Aula Magna (como se uma não bastasse para eternizar a magna aula que deu…), ProfJam continua a construir o seu novo longa-duração com o tempo que lhe é devido, levando-nos por diferentes caminhos a um destino comum. Porque todos os caminhos vão dar a Roma, mesmo quando tudo parece estar do avesso.


Universal Music | Foto: Pedro MKK

Comments


bottom of page