Buscar
  • Alvor FM

''Los Angeles Forum: April 26, 1969’ de The Jimi Hendrix Experience é editado a 18 de novembro


A Experience Hendrix L.L.C. em parceria com a Legacy Recordings, divisão da Sony Music Entertainment, edita 'Los Angeles Forum: April 26, 1969' da Jimi Hendrix Experience a 18 de novembro em vinil duplo, CD e em todas as plataformas digitais. Gravado na primavera de 1969 diante de uma plateia ruidosa e esgotada, a performance arrebatadora da formação original (Jimi Hendrix na voz.e guitarra, Mitch Mitchell na bateria e Noel Redding no baixo) nunca tinha sido disponibilizada na íntegra. Este álbum antecipa o 80.o aniversário de Jimi Hendrix (27 de novembro). Uma faixa de avanço do álbum "I Don't Live Today" já se encontra disponível.


Após o enorme êxito da trilogia de estúdio de 1967-68 da Jimi Hendrix Experience ('Are You Experienced', 'Axis: Bold as Love', 'Electric Ladyland'), o trio tornou-se a maior atração internacional mais popular do rock. Este amplo entusiasmo coincidiu com a construção de novas arenas para eventos desportivos, entre os quais o Forum em Inglewood, na Califórnia. Desenhado pelo famoso arquiteto Charles Luckman (que também projetou a reconstrução do Madison Square Garden, em Nova Iorque), este espaço multiusos foi inaugurado em 1967 para ser a casa da equipa de hóquei dos Los Angeles Kings e da equipa de basquetebol dos Los Angeles Lakers, mas também começou a servir como sala de concertos. Entre os primeiros, estiveram Aretha Franklin, em janeiro de 1968, e a digressão de despedida dos Cream, com abertura dos Deep Purple, em outubro desse ano, A Jimi Hendrix Experience estava agendada para 26 de Abril de 1969, com primeiras partes de Chicago Transit Authority (pouco depois rebatizados de apenas Chicago) e de Cat Mother & The All Night Newsboys - estes últimos partilhavam o management com os cabeças de cartaz. Os lugares sentados custavam 6,5 dólares (51,20 ao preço atual, ou seja, cerca de 51 euros).


Quando a Jimi Hendrix Experience subiu ao palco para brilhar numa atuação entusiasmante, o som dos concertos tinha melhorado drasticamente desde a digressão por estádios de baseball dos Beatles, mas o controlo das multidōes ainda era uma grande preocupação. Entre as cançōes, Jimi Hendrix pediu ao público para parar de invadir o palco. Uma forte presença policial é sentida; as letras do êxito "Purple Haze" são alteradas ("'Scuse me while I kiss that policeman!") e Hendrix dedica "Spanish Castle Magic" à "polícia à paisana lá fora e a outros patetas." Hendrix tratava cada atuação como única. Nunca se acomodou a um alinhamento formatado, composto apenas pelos seus maiores êxitos comerciais. Esta abordagem esteve ao rubro na atuação no Forum, misturando cançōes familiares como "Foxey Lady" com "I Don't Live Today", de Are You Experienced, e o seu blues de assinatura pessoal "Red House" ("Everybody want to know what America's soul is; everybody think it's Motown . . . America's soul is something more like this here") ainda inédito nos EUA nesta altura. Além destes, o grupo abriu o alinhamento com uma versão de "Tax Free" - um instrumental obscuro de 1967 do duo sueco Hansson & Karlsson (formado por Bo Hansson e Janne Karlsson), com quem a Experience tinha partilhado datas em Estocolmo. Um outro momento único da atuação no Forum foi uma leitura inicial de "The Star Spangled Banner," que Hendrix viria a canonizar quatro meses depois em Woodstock. "Aqui está uma canção que nos lavou o cérebro a todos", declarou de forma incisiva Jimi Hendrix, num momento em que a nação americana atravessava um período de grande agitação política. O grupo fechou a atuação com um singular e extraordinário medley de "Voodoo Child (Slight Return)" e "Sunshine of Your Love" dos Cream. A canção era uma favorita da Experience e um veículo perfeito para a capacidade ímpar de improvisação do trio ao vivo.


Los Angeles Forum de The Jimi Hendrix foi gravado de forma contemporânea por Wally Heider e Bill Halverso, e recentemente remisturado pelo produtor e engenheiro de longa data de Hendrix, Eddie Kramer, para máxima fidelidade de áudio. Foi produzido por Janie Hendrix, CEO da Experience Hendrix, L.L.C. e irmã de Jimi Hendrix, Kramer e John McDermott, que gere o catálogo musical de Hendrix em nome da Experience Hendrix. As notas que acompanham a edição são de Randy Lewis, antigo jornalista e crítico do LA Times, e o prefácio é de Billy Gibbons, dos ZZ Top, que esteve presente no concerto de Hendrix no Forum, além de ter estado em digressão com a Experience, enquanto membro dos Moving Sidewalks, a banda pré-ZZ. Tanto Gibbons como Lewis providenciaram declaraçōes para a primeira mão publicada pelo LA Times.


Também a chegar durante o mês da celebração do 80o aniversário de Hendrix está o livro 'JIMI'. Publicado pelo selo Chroma da Chronicle Books a 15 de novembro, esta celebração visual resulta de uma colaboração com Janie Hendrix e John McDermott. 'JIMI' expande de forma significativa os títulos previamente publicados pelos autores, incluindo 'An Illustrated Experience', e traz uma nova introdução escrita por Janie Hendrix, extensos textos autobiográficos, um acervo de fotos menos conhecidas e inéditas, memorabilia pessoal, letras e muito mais. A somar, 'JIMI' inclui citaçōes de músicos lendários como Paul McCartney, Ron Wood, Jeff Beck, Lenny Kravitz, Eric Clapton, Drake, Dave Grohl e outros que falaram sobre a influência intemporal de Hendrix.


Sony Music