top of page
Buscar
  • Alvor FM

Ivo Canelas regressa aos palco com ''Todas as Coisas Maravilhosas''


O monólogo interpretado por Ivo Canelas e produzido pela H2N, regressa ao Estúdio Time Out em Lisboa de 3 a 29 de Janeiro e ao Convento São Francisco em Coimbra dias 4 e 5 de Fevereiro, depois de três temporadas esgotadas com mais de 15.000 espectadores.

Um espetáculo em que Ivo Canelas, um dos actores mais carismáticos da sua geração em Portugal, convida o público a participar e recordar a importância de reconhecermos, e nos deslumbrarmos com as coisas que nos rodeiam, abordando, de forma emocionante, temas como a depressão, suicídio, a família e o amor. Nesta peça, que assume um carácter imersivo, uma criança vai escrevendo, à medida que cresce, uma lista de razões para viver, com o intuito de tentar ajudar a mãe a recuperar de uma depressão.

"É uma experiência incrível poder interpretar esta personagem e esta história que, desde logo, me captou a atenção. São sessões muito intensas, em que dei o meu máximo, mas em que recebi e testemunhei igualmente uma generosidade e empatia enormes do público", afirma Ivo Canelas. "Estou ansioso por poder voltar a fazer este espetáculo e agora sem a obrigatoriedade de máscara! Só isso, é já uma coisa maravilhosa para acrescentar à lista".

O monólogo foi escrito por Duncan Macmillan, estreado com enorme sucesso no Fringe Festival e levado à cena em diversos países. Em Portugal, Ivo Canelas foi distinguido com o Prémio Espectáculo Solo pelo Guia dos Teatros 2020 e Todas As Coisas Maravilhosas integrou a lista dos 30 Melhores Espectáculos de 2019 pela Comunidade Cultura e Arte.

A Saúde Mental é um tema que nos últimos tempos tem sido trazido para a discussão e debate público, como forma de sensibilizar para a sua importância, alertando para os cuidados necessários para a sua manutenção, identificar sintomas de perturbações mentais e diversas formas de pedir ajuda. É por tudo isto que esta peça nunca foi tão relevante como nos dias de hoje.

As receitas angariadas no dia de estreia, 3 de Janeiro, revertem a favor da Associação SOS Voz Amiga, uma linha de apoio emocional que se disponibiliza a ajudar todos aqueles que se encontram em situações de sofrimento causadas pela solidão, ansiedade, depressão ou risco de suicídio; e as receitas angariadas no dia seguinte, 4 de Janeiro, revertem a favor da Mansarda, uma Instituição Particular de Solidariedade Social de apoio a artistas com carácter social, cultural e cívico.



bottom of page