Buscar
  • Alvor FM

Gyedu-Blay Ambolley, o pai do ''Simigwa Highlife'' está de volta a Portugal


O lendário e multipremiado artista ganês regressa ao B.leza, a 24 de fevereiro de 2022, depois de um espetáculo cancelado por força da pandemia em 2020. Ao artista juntam-se ainda os irmãos Makossa que continuam a festa, desta vez em formato DJ set.

Gyedu-Blay Ambolley, também conhecido como o James Brown do Gana, regressa a Lisboa para apresentar o álbum "11th Street, Sekondi", editado pela alemã Agogo Records. Com o mesmo nome da rua onde nasceu, este disco - o trigésimo primeiro da sua carreira - é uma retrospetiva sobre a sua vivência nesta região e sobre os estilos musicais que influenciaram a sua vida, mantendo-se fiel à sua fusão do highlife com o rap, funk e disco ganês.

Depois da sua estreia em Portugal no início de 2019, gravada na memória de todos como um concerto arrebatador, Ambolley regressa com a sua Sekondi Band. Um espetáculo com uma energia contagiante e onde haverá tempo para desvendar alguns dos temas do próximo disco a estrear em abril de 2022. A festa prossegue depois com o DJ Set dos Irmãos Makossa.

Sucessor de Ketan (também pela Agogo Records), editado em 2017, "11th Street, Sekondi" traz um som rico, próprio da mistura de estilos característica do artista, e distante do estereótipo afro-pop. A este, juntam-se as críticas acutilantes que tece - o artista é um crítico da corrupção, da desigualdade e do neo-colonialismo, com uma mentalidade pan-Africana -, muita sabedoria e um humor afiado, que fazem do álbum uma peça incontornável.

Aos 72 anos, Gyedu-Blay Ambolley apresenta-se acompanhado do seu possante septeto num concerto em que os ritmos de dança são, no mínimo, contagiantes. Uma verdadeira mistura de afrobeat, jazz e funk que poderá ser vista em direto no palco do B.leza.

O público português vai vivenciar a capacidade de Ambolley combinar um som e uma melodia únicos com letras inteligentes e movimentos característicos da África Ocidental. Uma originalidade e autenticidade que transcende qualquer categoria musical. Os bilhetes já estão à venda na Ticketline e locais habituais, por €15. Os portadores de bilhete para o concerto cancelado em 2020 ficam automaticamente registados para o novo espetáculo sem necessidade de troca de bilhete.

(C)MEDIAsounds | Foto:D.R.