Buscar
  • Alvor FM

''Funk What You Want'' é o novo single de Da Chick


Foi a poucos momentos do mundo inteiro se fechar em casa, em 2020, que Da Chick lançou "conversations with the beat". A cantora, produtora e compositora condensou um par de anos de aventuras, incluindo a sua passagem por Los Angeles, num álbum de introspeção, mas confiante e cheio de ambição artística em que Da Chick assumia, para lá do microfone, que domina como poucos, a produção, a guitarra e demais ferramentas. "conversations with the beat" é, antes de mais, uma conversa consigo mesma, um momento de tranquila introspecção, de balanço, com linhas mais jazzy. Antes disso, lançou o seu primeiro álbum em 2015 "Chick to Chick" e o EP "Call Me Foxy" em 2017, ambos recebidos com boas críticas.

Muitas máscaras e litros de álcool gel depois, há de novo uma luz intensa ao fundo do túnel e não é um comboio que vem na nossa direção, com certeza. Antes uma festa que já decorre nos nossos sonhos coletivos, com uma bola de espelhos a rodar permanentemente sobre a pista, em que a música que se faz ouvir é o funk a que qualquer par de pés não consegue resistir. Não aquele repleto de um groove sinuoso, mas um funk no sentido mais espiritual do termo "aquela música que se faz de entrega comunal e que é também em comunidade que se dança: no bairro, na festa de rua, na pista de dança, na sala de estar" conta Da Chick. É neste ambiente tão positivo que lança "Funk You Want", o primeiro single de um projeto mais amplo que Da Chick quer oferecer ao mundo em 2022. "Good Company" terá selo Discotexas e será o nome do novo álbum da artista ainda previsto para este ano que promete estar carregado de surpresas.

O novo tema conta com a ajuda do scratch à medida de DJ Glue, das cordas sintéticas e ultra-groovy de Moullinex e do baixo de Gabriel Salles Silva. Da Chick volta a puxar o lustro à bola de espelhos, cruza peso funk e leveza disco, põe pilhas novas na caixa de ritmos, pede o fato de treino emprestado ao Grandmaster Flash e, de guitarra em punho, como Prince, dá-nos exatamente aquilo de que todos precisamos: um tema que celebra a comunidade, carregado de energia positiva, com uma interpretação clássica própria de quem estudou atentamente os mestres todos.


MEDIAsounds | Foto:D.R.