top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlvor FM

Feist lança novo álbum, ''Multitudes'', já disponível


Feist, influente artista e vencedora de vários prémios, está de regresso com "Multitudes", o seu sexto álbum a solo e o primeiro desde "Pleasure", de 2017. O álbum foi apresentado pelos singles "In Lightning", "Love Who We Are Meant To", "Hiding Out in The Open" e "Borrow Trouble"

"Multitudes" foi produzido por Feist com os colaboradores de longa data Robbie Lackritz (The Weather Station, Bahamas, Robbie Robertson) e Mocky (Jamie Lidell, Vulfpeck, Kelela). Blake Mills (Bob Dylan, Fiona Apple, Perfume Genius) e Joseph Lorge foram responsáveis pela mistura, com Mills como coprodutor na fase final.

"Multitudes" tomou forma logo após o nascimento da sua filha e a morte repentina do seu pai, uma convergência consecutiva de eventos que deixaram a cantora/compositora canadiana com "Nothing performative in me anymore". Enquanto Feist limpava as suas composições de qualquer tendência de obscurecer verdades indesejadas, a cantora lentamente abriu caminho em direção a um lote de canções enraizadas num realismo cru e potente que é distinguido com uma beleza sobrenatural.

Escritas e trabalhadas, em grande parte, durante um espetáculo experimental intensamente comunitário do mesmo nome ao longo de 2021 e 2022, as canções de "Multitudes" desenvolveram-se em paralelo e foram profundamente influenciadas pela mutualidade desta experiência não convencional. A produção, desenvolvida por Feist com o lendário Rob Sinclair ("American Utopia" de David Byrne, Peter Gabriel, Tame Impala), foi formulada para reunir as pessoas quando ressurgiram do confinamento, ao mesmo tempo que privilegiam a relação entre artista, arte e comunidade.

Para a gravação, Feist voltou a trabalhar com os colaboradores de 2011, Lackritz e Mocky, que gravaram o terceiro álbum "Metals" num celeiro no Big Sur. Desta vez, Lackritz e o engenheiro de som Michael Harris (Haim, Lana Del Rey, Vampire Weekend) construíram um estúdio no norte da Califórnia, perto da Redwood Forest, onde Feist se juntou aos multi-instrumentistas Gabe Noel (Kendrick Lamar, Harry Styles, Kamasi Washington), Shahzad Ismaily (Laurie Anderson, Lou Reed, Tom Waits) e aos músicos Todd Dahlhoff (sopros, sintetizadores, baixo) e Amir Yaghmai (cordas, guitarras) - além de uma participação especial do colaborador de longa data Chilly Gonzales.

Ao longo de 12 canções, "Multitudes" afirma o talento de Leslie Feist em construir mundos sonoros elaborados, seguindo a sua composição singular até à sua expressão mais poética e desenfreada.


Nascida na Nova Escócia, Feist explorou primeiro a sua musicalidade idiossincrática tocando numa banda punk local, quando era adolescente, e mais tarde estreou-se com "Monarch (Lay Your Jeweled Head Down)" de 1999 (um lançamento independente). Juntamente com o coletivo de indie rock vencedor do prémio Juno, os Broken Social Scene, Feist alcançou grande sucesso com o seu segundo álbum "Let It Die" (vencedor do prémio de Álbum Alternativo do Ano nos Juno Awards de 2004). Lançado em 2007, "The Reminder" conquistou aclamação internacional e entrou nas listas dos melhores do ano de meios como Pitchfork, NPR, Spin e Rolling Stone, além de ter vencido o Shortlist Music Prize de 2007 e recebido quatro nomeações para os Grammys. O álbum conta com o icónico single "1234", um sucesso no top Hot 100 da Billboard e que abriu caminho para a participação de Feist nos programas "Saturday Night Live" e "Sesame Street". Em 2011, Feist voltou com o álbum premiado com o Polaris Music Prize, "Metals", eleito o melhor álbum do ano pelo principal crítico de música popular do "New York Times", Jon Pareles. Com o AV Club a descrever "Pleasure", de 2017, como o seu "trabalho mais ousado até hoje", Feist estreou o podcast "Pleasure Studies" em 2019 - premiado como "Podcast do ano" pelos Apple Podcasts - e logo começou a desenvolver o espetáculo ao vivo "Multitudes", uma colaboração inovadora concebida por Feist e Robbie Lackritz e desenvolvida com o artista/cineasta Colby Richardson, a artista Heather Goodchild e a produtora artística Mary Hickson.

Universal Music

Comments


bottom of page