Buscar
  • Alvor FM

Dulce Pontes é a artista EQUAL, do Spotify Portugal, para o mês de Novembro


Dulce Pontes é a mais recente artista portuguesa destacada no EQUAL, o programa global do Spotify, que promove a igualdade de género na indústria da música. A artista marca presença na capa da playlist EQUAL Portugal e faz parte do alinhamento da playlist internacional, naquele que é um dos maiores destaques globais, da atualidade.


Sempre vanguardista, defensora dos seus direitos, independência e liberdade, autora, compositora, produtora, bailarina e dona de uma voz transversal a gerações, Dulce Pontes considera o programa EQUAL, um momento importante para a representação do papel da mulher, não só na indústria do entretenimento.

"Equal...'E' de encontro, embora haja tanto desencontro nesta vida, como diria o maestro Vinicius de Moraes. 'Q' de querer, queres a mudança, querer o tal Encontro. 'U' de união, querer também essa união geral, união universal. 'A' de Amor; e nessa união não existirem movimentos cada vez mais extremados; e uma compreensão mais profunda de si mesmo e dos outros. Isso só se consegue através do amor. 'L' de lembrança, lembrança no sentido de não esquecer consecutivamente estes pontos e muitos outros, que nos englobam a todas nós mulheres mas sobretudo a todos nós, seres humanos, mais ainda nos dias que correm. Mas 'L' de liberdade!" explica a artista.

No passado dia 5 de Novembro, Dulce Pontes desvendou o seu novo single, "Amapola", o primeiro do novo projeto de estúdio, com data de lançamento marcada para fevereiro de 2022. Pela primeira vez, a canção tradicional dos anos 1920, Amapola (José María Lacalle García), é interpretada inteiramente em português, com uma deslumbrante adaptação por Dulce Pontes, com Luis Guerreiro na guitarra portuguesa, Diogo Clemente na guitarra acústica e Yelsy Heredia, no contrabaixo.

Universal - Foto:D.R.