Buscar
  • Alvor FM

Duda Beat anuncia datas em Portugal


A tour Europeia da rainha da "sofrência pop" brasileira passa por Portugal, a 22 e 23 de abril de 2022, em Lisboa e no Porto, respetivamente.

De uma infância passada nos loucos anos 90, em Pernambuco, a uma adolescência na efervescência do Rio de Janeiro, nasce Duda Beat. A carreira de Eduarda Bittencourt surge de um coração despedaçado e de uma busca incessante por um amor correspondido e sincero, nos dias desprendidos de hoje. Tomás Tróia, elemento da banda R.Sigma, deu os primeiros passos com a artista, como produtor e parceiro de composição, tornando-se imprescindível para o crescimento do projecto e agora, o único amor ali tão perto para o qual a artista sempre cantou. Juntam-se a esta dupla imbatível, o primo-baterista Gabriel Bittencourt e o teclista Lux Ferreira, que hoje compõem a dupla de produção Lux & Tróia, responsável pelos últimos singles da artista.

No diário que são as suas músicas, o primeiro desabafo intitula-se "Sinto Muito". O álbum estreia em 2018 e é um êxito imediato, cheio de sintetizadores cremosos, baixos vibrantes, batidas apaixonadas e muita "sofrência", que se traduz no Brasil como uma frustração amorosa, alavancada por uma tremenda dor de cotovelo, da qual foi consagrada rainha. É uma mistura repleta de malandragem, do pop à música eletrónica, que se unem na perfeição com o brega sensual e engraçado. As canções de Duda Beat são uma espécie de confessionário do qual todos se identificam.

2021 traz uma Duda mais madura em "Te Amo Lá Fora", com uma boa dose de drama, numa aceitação pessoal que inspira a superação e o empoderamento. O novo álbum tem colaborações de Cila do Coco, numa faixa de ritmo tradicional nordestino, e ainda do rapper Trevo em "Nem Um Pouquinho", acompanhado de um videoclipe de uma genialidade que deixa qualquer um de queixo no chão. Duda lançou também alguns singles com direito a parcerias com nomes como DJ Omulu, Illy, Tomás Tróia, Lux Ferreira, Mateus Carrilho, Jaloo e ainda Tiago Iorc.