top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlvor FM

DEVO "50 YEARS OF DE-EVOLUTION (1973-2023)" || Edição que engloba todos os grandes êxitos dos Devo


Os DEVO assinalam meio século de de-evolução e recomeçam a sua digressão mundial no outono. A Rhino presta homenagem a esta influente banda com uma nova edição retrospetiva da sua carreira que engloba todos os grandes êxitos dos Devo e uma seleção de raridades.

50 YEARS OF DE-EVOLUTION (1973-2023) estará disponível em várias configurações no dia 20 de outubro, nomeadamente, uma versão em duplo CD com 50 faixas, uma versão standard em duplo LP e uma edição limitada em duplo LP prensada em vinil vermelho (LP1) e vinil azul (LP2), ambas com 25 faixas. Já disponível em streaming a versão 7" de "Disco Dancer".

A celebração dos 50 anos da banda não se fica pelas edições discográficas e os DEVO fizeram uma parceria com a marca de roupa Brain Dead, que organizará um evento especial DEVO e lançará uma linha de merchandising. Juntem-se aos DEVO em 17 de outubro, no cinema Fairfax da Brain Dead, para a exibição de "A Face In The Crowd", com uma breve sessão de perguntas e respostas com a banda e a mostra de um trailer de raridades vídeo dos Devo. Todos aqueles que pretenderem comemorar a ocasião em grande estilo, terão à sua espera um set de peças de merchandising para colecionadores meticulosamente concebido e disponibilizada pela Brain Dead. Para mais informações visite: WeAreBrainDead

Os Devo foram formados em 1973 pelos irmãos Bob e Gerald Casale, Bob e Mark Mothersbaugh e, ainda, Alan Myers. A banda tirou o seu nome do conceito de "de-evolução" – a ideia de que a sociedade, em vez de progredir, está a regredir. Foi a resposta ao massacre na Kent State University, em 1970, ao qual alguns membros da banda assistiram por serem alunos da universidade.

Os Devo começaram a atuar na zona de Akron, no Ohio, e foram apoiados por David Bowie e Iggy Pop, que ajudaram a banda a assinar um contrato com a Warner Bros. Records. Pouco depois, a banda começou a trabalhar com o lendário produtor Brian Eno no seu álbum de estreia, em 1978, Q: Are We Not Men? A: We Are Devo! O álbum foi um sucesso no mundo do underground, mas a imprensa musical convencional ignorou a perspicaz sátira cultural dos Devo.

Um ano depois, a banda regressou com Duty Now for the Future, e em 1980 foi reconhecida pelos meios mais convencionais e mainstream com o seu terceiro álbum, Freedom of Choice, que foi Disco de Platina nos EUA e inclui o single de grande sucesso "Whip It." O vídeo da canção tornou-se uma presença constante na MTV e contribuiu para a crescente popularidade dos Devo nos anos 80. Nesta década, a banda lançou mais êxitos ("Beautiful World" e "That's Good") e uma série de álbuns de estúdio memoráveis: New Traditionalist (1981), Oh No! It's Devo (1982), Shout! (1984) e Total Devo (1988). Depois de Smooth Noodle Maps, lançado nos anos 90, a banda deixou de gravar para se dedicar a projetos de cinema e televisão, mas em 2010 regressou com Something for Everybody.

A música inovadora e as atuações desafiadoras dos Devo são celebradas pela sua influência profunda sobre gerações de artistas new-wave e de música industrial e eletrónica. 50 YEARS OF DE-EVOLUTION (1973-2023) é um testemunho do legado da banda, com temas importantes dos nove álbuns de estúdio e raridades como a demo de 1974 de "I'm A Potato" e misturas singles de "Come Back Jonee," "Snowball" e "What We Do."


Warner Music


コメント


bottom of page