top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlvor FM

"10 MILES INTO THE DARK" É O AGUARDADO DISCO DE ESTREIA DE DARK MILES

Dark Miles, projeto a solo de Pete Miles (Pedro Lima), acaba de editar o seu disco de estreia, “10 Miles Into the Dark”. O longa-duração apresenta-se como “uma viagem às profundezas da alma, guiada pelo som de uma geração que resiste ao teste do tempo”.



10 Miles Into the Dark”, cuja veia criativa se propagou durante a pandemia, é uma homenagem sentida, num registo intimista e bastante característico do músico e compositor, aos anos 80 e 90, refletindo-se em influências musicais que vão desde Depeche Mode, David Bowie, Iggy Pop, Peter Murphy, The Sound, Psychedelic Furs, Peter Gabriel, até Mad Season, Stone Temple Pilots, Chris Cornell, Mother Love Bone, Temple of the Dog, Mark Lanegan.



Através dos dois primeiros singles que surgiram em antecipação, descobrimos, um pouco, a essência deste disco; se em “Your Heart Is An Empty Street”, encontramos uma história sobre libertação pessoal, depois de uma vida de abusos físicos e psicológicos e de uma existência violenta que chega ao fim com a mesma violência que a caracterizou, em “When The Lights Go Out”, o autor transporta-nos para os tempos em que o disco foi composto, “período onde nos vimos privados de algumas liberdades elementares, e consequentemente redescobrimos o quanto essas liberdades são frágeis”.



Gravado no estúdio de André Indiana, com exceção de 3 músicas, que foram gravadas no estúdio do produtor e engenheiro de som Mário Pereira, o disco teve a produção de Paulo Praça, a mistura de André Indiana e a masterização de Mário Barreiros. Todos os temas foram compostos por Pete Miles com a colaboração de Paulo Praça; as letras são integralmente de Pete Miles.




Para além de Paulo Praça e André Indiana (guitarras e baixo), participaram no disco Paulo Gravato (Pedro Abrunhosa) no saxofone, Eurico Amorim (Pedro Abrunhosa) nas teclas, Bruno Oliveira (Os Azeitonas) na bateria, Sérgio Silva (Expensive Soul) na bateria e Miguel Martins (Zen) na guitarra.



A acompanhar o lançamento do disco, surge o single "The Waiting". Este novo tema fala sobre "a solidão numa sociedade cada vez mais egoísta e narcisista. Sentimo-nos profundamente sós, embora nunca o estejamos verdadeiramente, o que adensa a constante procura de conexões e de uma paz interior que teima em fugir-nos por entre os dedos", sublinha Pete Miles



Para ser ouvido do início ao fim, e como uma narrativa intensa e surpreendente, “10 Miles Into the Dark”, já se encontra disponível em todas as plataformas digitais.




Commentaires


bottom of page